perda-licenca-pilotosSeguro de Perda de Licença 

O nosso Seguro de Perda de Licença visa proteger os profissionais de aviação, tais como pilotos, das consequências financeiras da perda de licença resultante de acidente ou doença.

 

Qualquer que seja a modalidade de seguro escolhida, podem ficar garantidos todos os profissionais titulares de uma licença que se encontrem no ativo, incluindo pilotos comerciais, instrutores de voo ou controladores de tráfego aéreo.

 

Benefícios da oferta

Para além de um acompanhamento local das necessidades dos nossos clientes, a nossa oferta inclui também o acesso a um conjunto vasto de garantias e benefícios, incluindo:

  • Cobertura em qualquer parte do mundo
  • Possibilidade de garantir profissionais no ativo até aos 65 anos de idade
  • Protecção em caso de doença relacionada com o consumo de álcool e drogas
  • Cobertura para doenças do foro psiquiátrico
  • Acidentes decorrentes da prática desportiva
  • Possibilidade de garantir doenças com manifestações anteriores.

 

Opções disponíveis

  • Seguros individuais
  • Seguros de grupo com três opções de cobertura: Essential, Extra e Elite.

 

Exemplos de Sinistros

1 – Um piloto foi declarado inapto por recusa temporária do seu certificado médico, devido a um diagnóstico de fibrilhação auricular, uma arritmia crónica que causa palpitações e uma frequência cardíaca irregular, habitualmente elevada. O piloto teve a sua licença suspensa durante 2 meses, necessitando de iniciar medicação. Após este período de ausência, o piloto foi novamente declarado apto e voltou à sua atividade. Os rendimentos perdidos durante esta ausência encontravam-se garantidos pela apólice de grupo da sua empresa.

 

2 – Um piloto foi diagnosticado com um nódulo no pescoço devido ao crescimento anormal das células da tiroide. Não foi possível confirmar se era ou não um quisto maligno, no entanto verificava-se uma rápida progressão do seu tamanho. A cirurgia para remoção não era recomendada, devido à probabilidade de lesão das cordas vocais ou de dificuldades respiratórias, e devido ao líquido presente no quisto, havia a possibilidade de rompimento ou colapso durante um voo, com consequências imprevisíveis. O seu certificado médico foi recusado definitivamente e o piloto perdeu a sua licença, mas foi indemnizado na totalidade do capital seguro da sua apólice.

 

3 – Um piloto sofria de ansiedade e stress no trabalho, agravado pela fadiga e pelas constantes mudanças de turnos. Inicialmente tirou alguns dias de folga para tentar recuperar, mas posteriormente teve de ser acompanhado por um terapeuta ocupacional e por um especialista em medicina aeronáutica. O nosso seguro de perda de licença garantiu os seus rendimentos durante este período de ausência. Este piloto já tinha tido anteriormente um episódio semelhante, com uma ausência de 2 semanas devido à morte da sua irmã. Porém, esta ocorrência não foi relevante para o novo sinistro, dado que se tratou de uma licença por falecimento concedida pelo empregador sem que tenha havido perda da licença para pilotar.

 

 

Para mais informações contacte a nossa equipa comercial através do geral@innovarisk.pt ou preencha o nosso Formulário de contacto.

Não dispensa a consulta da informação pré-contratual e contratual legalmente exigida.