LOGIN :
Blog - Não estávamos preparados

Não estávamos preparados

innovarisk mercado segurador Segurança Seguros

Não estávamos preparados. Hoje em dia esta é uma das frases que mais se ouve. E é verdade.

Quando programamos a nossa vida, quer pessoal ou profissional, tentamos precaver-nos em relação a eventos que sabemos acontecerem: as férias, a escola dos miúdos, uma doença simples, a mudança de emprego, a morte de um familiar ou o nascimento de outro. Mas há muitos acontecimentos que de tão súbitos e impactantes alteram a nossa vida completamente de um dia para o outro, como um ato de terrorismo ou um fenómeno da natureza. Uma crise económica sem precedentes.

Recentemente descobrimos um novo: uma pandemia cujos efeitos ainda são totalmente desconhecidos mas que nos obrigam a alterar completamente o nosso estilo de vida de um dia para o outro. E, num país como Portugal, pouco acostumado a sofrer este tipo de situações internamente, não sabemos como reagir.

Mas pouco a pouco adaptamo-nos. Por exemplo, hoje escrevo este artigo desde o meu quarto em casa. O próprio mercado Lloyd’s, desde o seu início em 1686, nunca tinha fechado portas ao contato cara-a-cara até ao passado dia 19 de Março. O sino de naufrágio no Underwriting Room tocou uma última vez.

Levará algum tempo, mas nestes momentos contamos com a ajuda de muitos. Incluindo do mercado segurador.

Os seguros e as seguradoras existem exatamente para estes momentos. Para nos ajudar em alturas de crise.

Sabemos que os nossos seguros de Saúde e Vida funcionaram se precisarmos. Algumas seguradoras até têm prescindido de copagamentos para ajudar quem mais precisa.

A proteção do trabalhador que tenha de o fazer na fábrica habitual, ou em sua casa, continuará a funcionar.

Numa altura de muitas decisões difíceis para gestores de empresa, entre despedimentos, fechos e perda de receitas e investimentos mal equacionados, existe a certeza que o seu património e o da sua família não correrá perigo.

Os museus fecham e as exposições de Arte são adiadas, muitas vezes com as obras já em depósito, mas este património de todos Nós continuará garantido.

Damos muito mais uso às nossas casas mas sabemos que se algo correr mal temos assistência e a previsível substituição do que perdemos.

Corremos muitos mais riscos em teletrabalho, entre ficheiros que nos mandam, emails discutíveis que não temos tempo de analisar e crianças que cuidar, mas sabemos que se perdermos a informação dos nossos clientes teremos quem nos ajude a recuperá-la.

E sabemos que quando isto passar teremos o nosso escritório, o nosso Espaço, pronto e em condições de nos receber.

Costumamos dizer que o mundo dos Seguros é aborrecido e low-profile. Mas é o que permite que todos nós nos levantemos nestas situações um pouco mais cedo.
E ainda bem que assim é.

Por Rui Ferraz, Diretor Comercial

Fale connosco