LOGIN :
Blog Porquê Investir no Mercado dos Automóveis Clássicos?

Porquê Investir no Mercado dos Automóveis Clássicos?

Automóveis Automóveis Clássicos innovarisk mercado

Nos últimos anos, o interesse por automóveis clássicos cresceu significativamente. Este entusiasmo tem sido impulsionado por um aumento do número de aficionados e pela perceção de que os automóveis de coleção são uma classe de ativos viável. Depois da crise financeira, a procura por investimentos alternativos como a arte, os vinhos e os automóveis clássicos aumentou significativamente, sendo estes vistos como um refúgio seguro, uma opção para investidores que procuram proteger ou diversificar os seus portfólios de investimento.

Os primeiros registos de investimento em automóveis remontam à década de 1930 nos Estados Unidos da América, mas atualmente o aumento da procura vem da China, Índia, África, Rússia e também do Médio Oriente que está a impulsionar a procura como forma de diversificar a dependência do petróleo. Contudo, a oferta não está a crescer ao ritmo da procura, o que conduz ao aumento significativo de preços ano após ano.

A popularidade destes ativos é evidente, medida pelos preços exorbitantes que atingem nos leilões da especialidade. Em 2013, a RM Auctions vendeu um Ferrari F50 com 10.000 quilómetros por €560.000, mas no início de 2017, a mesma casa vendeu o mesmo modelo com 2.000 quilómetros por €2,64 milhões. Existem inúmeros exemplos de apreciações significativas no valor destes ativos, estimando-se que nos últimos 13 anos os modelos clássicos 911 da Porsche tenham aumentado o seu valor em 683%.

Quando comparados com outras áreas de investimento em bens de luxo, os veículos de coleção têm, na última década, um desempenho superior a moedas de coleção, diamantes e a vinhos vintage.

Os automóveis de coleção têm-se revelado um mercado com bastante liquidez, mas que exige disciplina e conhecimento profundo da classe de ativos subjacente, para evitar cair em armadilhas que poderão revelar-se bastante penalizadoras. Para garantir um bom investimento num veículo de coleção, o investidor deve ter em consideração o historial, a condição e saber que quanto mais próximo do original estiver a viatura, melhor.

Os automóveis são projetados para serem movidos e se não forem conduzidos regularmente podem começar a deteriorar-se. Ter o prazer de conduzir e cuidar do veículo é, aliás, um dos maiores benefícios de possuir uma obra de arte de quatro rodas. E como qualquer ativo precisa de estar protegido contra qualquer perda ou dano material.

Tem um automóvel clássico ou uma coleção? Informe-se sobre o nosso seguro.

Por Frederico Gonçalves, Subscritor de Patrimoniais.

Fale connosco