LOGIN :
Desconfinando

Desconfinando

innovarisk Seguros

A Innovarisk regressou ao escritório com mais ambição que nunca. O confinamento mostrou-nos caminhos alternativos para o futuro e confirmou-nos que a prioridade são sempre as pessoas. Quando é a nossa saúde que está em risco, as escolhas tornam-se ainda mais óbvias e os outros objetivos aguardam por mares mais calmos para voltar a navegar, mas sempre com a aspiração de fazer hoje melhor que ontem.

Olhando para os rankings publicados pela ASF, a Innovarisk chegou ao 6º lugar no ranking nacional dos seguros de Responsabilidade Civil. É um marco incrível e que nos deixa tão orgulhosos. Sabemos que não somos uma Seguradora, mas mais de 90% do nosso volume de negócios é gerado operando com duas Seguradoras apenas. E em tudo a nossa atividade se assemelha ao de uma Seguradora. Isto coloca-nos à frente de estruturas com meios incomparavelmente superiores aos nossos, sejam financeiros, seja na rede distribuição, ou outros. Acima de nós, ficam agora apenas os pesos pesados do nosso mercado. Sempre sem sobressaltos, com uma atuação serena de quem sabe o caminho que quer percorrer e que a impaciência para atalhar esse caminho é, normalmente, contraproducente.

Reentramos, por isso, com a ambição de ampliar este caminho com o recrutamento de duas novas pessoas, com a plena convicção de que irão acrescentar novas competências adquiridas em experiências diversas da nossa. A Mariana Gomes e a Luana Amaral irão enriquecer a equipa de Responsabilidade Civil Geral, chefiada pelo Eduardo Félix, para que no futuro possamos estar ainda mais bem preparados para os nossos desafios. É muito gratificante ver a família Innovarisk crescer e constatar que vamos conseguindo manter o que é mais importante: uma unidade de pessoas que olham umas pelas outras, com uma boa mistura entre espírito de conquista e de entreajuda.

Em casa ou no escritório, essas são as fundações mais importantes para a empresa de sucesso que queremos continuar a ser.

Não é um chavão: pessoas felizes são pessoas produtivas.

Por Gonçalo Baptista, Diretor geral

Fale connosco