LOGIN :
Blog Filipa

Arte que não nasceu Arte

Arte Obras de Arte

Costumamos pensar na Arte como algo feito por artistas já com essa intenção, de criar um objeto muitas vezes sem outra função que não a estética, simbólica ou decorativa. Vêm logo à cabeça as imagens de pinturas e esculturas da antiguidade clássica que enchem renomeados museus e espaços religiosos.

Também pensamos nos artistas mais contemporâneos com as suas técnicas mistas, instalações nos mais diversos materiais, por vezes até com componentes elétricas e eletrónicas, que são as grandes atrações dos museus mais modernos e futuristas. Mas muito do que é considerado arte não nasceu para o ser.

Um utensílio de caça ou uma ânfora cerâmica do paleolítico, as primeiras máquinas de costura, e tantos outros objetos utilitários que nasceram de necessidades do ser humano, sejam de sobrevivência ou de adaptação ao meio ambiente, sem qualquer objetivo de se tornarem peças de museu.

Mas sim, são consideradas Arte pois contam a nossa história e merecem ser preservadas para que a sua memória perdure para as gerações futuras.

E na verdade são as mais difíceis de avaliar pois na maioria das vezes são insubstituíveis.

Por Filipa Peres, Subscritora de Arte & Habitação

Fale connosco