LOGIN :
Seguro Arte Innovarisk

A discreta relevância do “condition report”

Arte

O “condition report” é essencial para a circulação segura das obras de arte.

Trata-se de um documento onde está detalhado o estado de conservação de uma obra de arte, sendo, por isso, uma prática importante a realizar antes de um envio, do armazenamento, ou da exibição da peça numa exposição.

Por exemplo, no contexto de um empréstimo de uma obra de uma coleção (particular ou institucional) para ser mostrada numa exposição, o “condition report ” é um elemento essencial. Este documento escrito, gráfico e fotográfico indica o estado de conservação da obra no momento da sua saída da colecção com base num exame minucioso.


Embora cada instituição tenha o seu próprio modelo, este relatório incluirá sempre informações referentes à peça como, por exemplo, o nº de inventário, a ficha técnica, e a verificação do estado de conservação nesse momento (indicando eventuais problemas de conservação e danos a registar, com um esquema ou fotografias da obra).

A entidade (colecção privada, galeria, instituição) que empresta a obra de arte deverá certificar-se de verificar e registar o estado de conservação no momento do envio da peça. Este relatório será revisto pela instituição que acolhe a obra e será atualizado antes de que esta seja devolvida ao seu proprietário.


Se, no decurso do empréstimo ou no transporte de regresso, a obra mostrar quaisquer alterações ou danos, o “condition report” é o único documento assinado por um profissional com o qual a entidade emprestadora pode provar que os danos foram causados durante o empréstimo da obra, dando-lhe o direito de fazer as reclamações correspondentes pelos danos causados.


Por isso, este relatório é uma ferramenta que artistas, curadores, conservadores, seguradoras, avaliadores e profissionais de museus usam para acompanhar as eventuais mudanças nas condições físicas das obras de arte e suas estruturas auxiliares (por exemplo, molduras, pedestais, equipamentos suspensos, etc.).


Para além de ajudar a controlar o seu estado de conservação, também é um documento relevante para avaliar o valor da peça. Assim, no caso da aquisição de uma obra de arte, aconselha-se a verificação do estado de conservação por um conservador-restaurador.


No contexto dos seguros de obras de arte, os “condition report” são uma forma de proteger a obra e ajudam a cobrir a responsabilidade por eventuais danos que possam acontecer num transporte, uma itinerância de uma exposição, etc.
Isto leva-nos a falar da importância do seguro de transporte “prego-a-prego”, em que todo o processo está segurado, desde o momento em que a obra deixa a coleção ou instituição até ao seu regresso (incluindo viagem, desembalagem, transporte, montagem, duração da exposição, desmontagem e o seu retorno)

Arte by Innovarisk
@artebyinnovarisk

Fale connosco